Segurança e Medicina do Trabalho em Macapá

O exercício de qualquer atividade profissional expõe o trabalhador a riscos de acidentes e doenças ocupacionais.

Em quase todos os países há uma preocupação e uma proteção muito grande em relação à saúde e à segurança dos seus trabalhadores.

semed6 Segurança e Medicina do Trabalho em Macapá No Brasil, timidamente, foram implantados serviços de medicina ocupacional, com a fiscalização das condições de trabalho nas fábricas.

As Normas Regulamentadoras, relativas à segurança e medicina do trabalho, são de observância obrigatória pelas empresas privadas e públicas e pelos órgãos públicos da administração direta e indireta, bem como pelos órgãos dos Poderes Legislativo e Judiciário, que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho.

Todo estabelecimento deverá estar equipado com material necessário à prestação de primeiros socorros, considerando-se as características da atividade desenvolvida; manter esse material guardado em local adequado, e aos cuidados de pessoa treinada para esse fim.

 Riscos que existem no mercado de trabalho:

 

  • Risco de acidente

Qualquer fator que coloque o trabalhador em situação vulnerável e possa afetar sua integridade e seu bem-estar físico e psíquico. São exemplos de risco de acidente: as máquinas e equipamentos sem proteção, probabilidade de incêndio e explosão, arranjo físico inadequado, armazenamento inadequado, etc.

 

  • Risco ergonômico

Qualquer fator que possa interferir nas características psicofisiológicas do trabalhador, causando desconforto ou afetando sua saúde. São exemplos de risco ergonômico: semed33 Segurança e Medicina do Trabalho em Macapálevantamento de peso, ritmo de trabalho excessivo, monotonia, repetitividade, postura inadequada, etc.

 

  • Risco físico

O risco físico as diversas formas de energia a que possam estar expostos os trabalhadores, tais como: ruído, calor, frio, pressão, umidade, radiações ionizantes e não ionizantes, vibração, etc.

 

  • Risco biológico

O risco biológico bactérias, vírus, fungos, parasitos, entre outros.

 

  • Risco químico

O risco químico as substâncias, compostos ou produtos que possam penetrar no organismo do trabalhador pela via respirató- ria, na forma de poeiras, fumos, gases, neblinas, névoas ou vapores, ou que sejam, pela natureza da atividade, de exposição, possam ter contato com o organismo ou ser absorvidos por ele através da pele ou por ingestão.

 

Proteção da cabeça:

 

a) capacete de segurança contra impactos provenientes de queda ou projeção de objetos;

 

b) chapéu de palha de abas largas e cor clara para proteção contra o sol, chuva, salpicos, etc.;

 

c) protetores de cabeça impermeáveis e resistentes nos trabalhos com produtos químicos.

 

Proteção dos olhos e da face:

 a)      Protetores faciais destinados à proteção contra lesões ocasionadas por partículas, respingos, vapores de produtos químicos e radiações luminosas intensas;

b)      Óculos de segurança para trabalhos que possam causar ferimentos provenientes do impacto de partículas, ou de objetos pontiagudos ou cortantes;

 c)       Óculo de segurança contra respingos para trabalhos que possam causar irritação e outras lesões decorrentes da ação de líquidos agressivos;

d)      Óculos de segurança contra poeira e pólen.

 

Proteção auditiva:

 

Protetores auriculares nas atividades em que o ruído seja excessivo.

 

  • Proteção das vias respiratórias:

 a)      Respiradores com filtros mecânicos para trabalhos que impliquem produção de poeira;

b)      Respiradores e máscaras de filtro químico para trabalhos com produtos químicos;

c)       Respiradores e máscaras de filtros combinados (químicos e mecânicos) para atividades em que haja emanação de gases e poeiras tóxicas;

d)      Aparelhos de isolamento, autônomos ou de adução de ar para locais de trabalho onde o teor de oxigênio (O2).

e)      Seja inferior a 18% (dezoito por cento) em volume.

 

Proteção dos membros superiores:

Luvas e/ou mangas de proteção nas atividades em que haja perigo de lesões provocadas por:

a)      Materiais ou objetos escoriantes, abrasivos, cortantes ou perfurantes;

b)      Produtos químicos tóxicos, alergênicos, corrosivos, cáusticos, solventes orgânicos e derivados de petróleo;

c)       Materiais ou objetos aquecidos;

d)      Operações com equipamentos elétricos;

e)      Tratos com animais, suas vísceras e detritos e na possibilidade de transmissão de doenças decorrentes de produtos infecciosos ou parasitários;

f)       Picadas de animais peçonhentos.

Proteção dos membros inferiores:

a)      Botas impermeáveis e com estrias no solado para trabalhos em terrenos úmidos, lamacentos, encharcados ou com dejetos de animais;

b)      Botas com biqueira reforçada para trabalhos em que haja perigo de queda de materiais, objetos pesados e pisões de animais;

c) Botas com cano longo ou botina com perneira onde existam animais peçonhentos;

d) Perneiras em atividades nas quais haja perigo de lesões provocadas por materiais ou objetos cortantes, escoriantes ou perfurantes;

e) Calçados impermeáveis e resistentes em trabalhos com produtos químicos;

f) Calçados de couro para as demais atividades.

 

Proteção do tronco:

Aventais, jaquetas, capas e outros para proteção nos trabalhos em que haja perigo de lesões provocadas por:

a)      Riscos de origem térmica;

b)      Riscos de origem mecânica;

c)       Riscos de origem meteorológica,

d)      Produtos químicos.

 

Proteção contra quedas com diferença de nível:

Cintas e correias de segurança.

Existem muitos outros modos de se proteger, estes que citamos a você foram só alguns tipos de modos de se protegerem das armadilhas que o seu trabalho te proporciona.

Venha conhecer a Segurança e Medicina do Trabalho em Macapá assim você levará segurança para os seus empregadores. Não deixe acontecer uma fatalidade para colocar mais proteção na sua empresa.

 

Esta entrada foi publicada em Sem categoria e marcada com a tag Riscos, segurança, trabalho. Adicione o link permanente aos seus favoritos.